Evandro de Azambuja

evandro_n

band.roxo      band.red

Evandro  de Azambuja

Rio Grande do Sul

Médico oncologista  de Porto alegre  da PUCRS (RG sul  -Porto Alegre) com doutorado no Inst. Jules Bordet (Bruxelas) desde 2003.  Vivendo na Bélgica onde formou uma familia e se considera bem aclimatado. vejam a historia do  Dr Evandro Azambuja  na nossa pagina

 Entrevista para os  Brasileiros na Bélgica :

Nome : Evandro de Azambuja

Data  nascimento : 30 novembro 1971

original de : Porto Alegre – RS

Orientação de estudos quais  e aonde? Medicina,  medicinia interna, oncologia médica – especialista em  cancer de mama

Termino em que ano? 1995 (término de faculdade) – 1997 termino de medicina interna – 2000 término de oncologia clinica

Você chegou a trabalhar na sua área de estudos  no Brasil? Por quanto tempo e aonde? – Sim, desde minha saída do Brasil em 2003 – Parei com a atendimento a pacientes entre outubro de 2006 a outubro de 2008, quando estava validando meu diploma em Portugal. Nesse tempo continuei trabalhando com pesquisa clinica em câncer de mama.

Já pensava no passado em vir ao exterior? Sim, sempre, mas por um período curto (2 a 3 anos)

Quando chegou  e porque a Bélgica? Cheguei em 2003 – O meu Instituto é internacionalmente conhecido pelo tratamento do câncer de mama. Por isso escolhi esse.

Alguma dificuldade de integração no trabalho ? – Nenhuma;. Sempre me receberam muito bem.. colegas, pacientes, etc

E no país em geral  alguma dificuldade marcante?Línguas? Relações com os belgas? Clima?

A maior dificuldade foi ver como esse Pais é burocrático. O serviço publico não é muito prestativo na sua chegada, não existem muitas informações;. Você tem de encontrar o caminho administrativo sozinho…

Em relação aos Belgas, eles são mais distantes que os Brasileiros, mas uma vez que você ganha a confiança deles, eles são muito próximos e amáveis.

Em relação ao clima, não.. pois faz frio também no sul do Brasil (talvez por menos tempo).

Em relação as línguas  eu já falava francês  só precisei melhorar um pouco. Em relaçao ao Flemish, foi mas difícil mas é uma opção pessoal e não uma obrigação.

Diferenças culturais marcantes,que te incomodaram , alguma  a citar?

Sinto que as vezes existe uma dificuldade a mudar coisas;. Eles querem fazer o mesmo que ha 30 anos. Em alguns casos, existem uma falta de iniciação para as coisas. São meio passivos, esperam tudo, não pensam em diferente ângulos.

Do ponto de vista de trabalho e carreira a Bélgica te satisfaz?E porque?

Sim é até mais que no Brasil pois existe a pesquisa de combinar clinica com pesquisa, o que é quase inexistente no Brasil.

Acha que poderia ter as mesmas condições de trabalho no Brasil?

Certamente NÃO . no meu caso, estaria trabalhando numa clinica particular de oncologia e sem perspectivas de pesquisa.

O que você acha que pode ser melhor ou pior  no Brasil em relação ao seu trabalho?

Pior no Brasil é a ausência de pesquisa.

Melhor é o fato de que o meu hospital do Sul (HCPA) esta muito mais avançado em termos de informatica que muitos hospitais da Bélgica.

Gostaria voltar ao Brasil?  Porque? E quando?

Não penso nisso pelo momento. Estou completando 10 anos de Bélgica em agosto e não penso em voltar. Talvez isso mude no futuro.

Alguma sugestão em relação a sua área de trabalho ao Brasil? O que você gostaria de poder transmitir como experiencia?

Gostaria de ter mais contacto com os brasileiros médicos para transmitir minha experiencia em pesquisa clinica.

Se sente aceito e satisfeito  profissionalmente , ou gostaria de mais ? 

Me sinto bem aceito. Os pacientes acham interessante os colegas gostam também  Acho que estou bem satisfeito aqui.

Algo  da experiencia Brasileira que você gostaria de transpor para cá?

Com certeza o humor e o carinho humano em tratar com os pacientes. As vezes os médicos Belgas são meio frios.

Alguma outra dificuldade, que queira relatar em relação a viver e trabalhar no Brasil?

O Brasil é um pais bom.. mas a falta de segurança e a mentalidade dos Brasileiros me assusta um pouco. Os meus colegas são muito preocupados em ganhar dinheiro e não aproveitam a vida como aproveitamos na Europa. O Savoir vivre aqui é incrível.

 Em relação a Bélgica qual o grau de dificuldade e ou satisfação?

Eu estou muito satisfeito.. acho a qualidade de vida aqui incrível  So acho que pagamos muito imposto… mas obtemos muitas coisas.

Algum plano de futuro?

Tenho um plano de discutir com um órgão de pesquisa do Brasil, para acelera o processo de aprovação de estudos clínicos no Brasil. A atual constituição dificulta muito a pesquisa clinica no Brasil.

 Depoimento historia  a pagina OCA me Brasil

Como muitos dos Brasileiros, sempre tive vontade de ter uma experiência for a do Brasil, particularmente ampliar meus conhecimentos em oncologia… Após terminar o meu mestrado no Brasil, decidi que para fazer valer mais o meu doutorado, eu deveria sair do Pais. Estava preparando os exames para os Estados Unidos quando ocorreu a queda das Torres Gêmeas em Nova Iorque (2001) e com isso, o sistema Americano criou mais dificuldades para a entrada de estrangeiros… Decidi que seria o momento de investir na Europa: apliquei para um “fellowship” no Inst. Gustavo Roussy (Paris) e no Inst. Jules Bordet (Bruxelas) pois eu tinha um médico amigo que estava aqui e outra que viria para cá em 2003. Tudo isso ocorreu em abril de 2003. Em final de maio de 2003, fiz minha entrevista com a minha futura chefe (em Chicago durante um congresso) e poucas semanas depois recebi um e-mail confirmando minha nova posição.

Naquele momento, eu tinha 2 meses para fechar tudo e mudar para cá por 2 anos… e o pior, eu não sabia nada da Bélgica!   Chegando aqui, já tinha apartamento alugado (o qual tinha o chuveiro dentro da cozinha! Hehehe) perto do meu trabalho. O mais difícil foi entender o sistema Belga de viver: para eu ter casa, precisava uma carteira de identidade (CI)… para eu ter a carteira de identidade, precisa do contrato do aluguel… para ter o contrato precisava de uma conta no banco (a qual só era possível apos a CI!)… sem lógica alguma…. Quase enlouqueci! Mas deu tudo certo.. .. Poucos meses depois eu estava “aclimatizado”, acho que esse é o termo certo pois Porto Alegre chove mais que Bruxelas e as vezes o céu é mais cinza que aqui! Frio eu já conhecia aos montes (mas tchê barbaridade!). Depois de algum tempo vi que Bruxelas era a minha casa, até porque conheci o meu amor e constitui a minha família Belga! Hoje, depois de quase 9 anos aqui, fico feliz com a minha decisão de mudar para a Bélgica (apesar de ter de aprender todas essas línguas estranhas kkkkkk)…  Eu gostaria que todos tivessem a mesma chance que eu tive! Bruxelas 1 maio 2012

Um pensamento sobre “Evandro de Azambuja

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s