Ciranda -Cirandinha: Oficinas de literatura infantil (maio- agosto)

                                                             AGOSTO

20/08/2013 as 10h.

Esse mês excepcionalmente devido as férias escolares realizamos a nossa oficina mensal para as crianças do projeto Raiz Mirim  que  disponibiliza uma colônia de férias para crianças brasileiras em Bruxelas .

temática: Pais Multicultural e integração entre as diferentes culturas

A oficina se baseou na história Romeu e Julieta de Ruth Rocha, que conta a linda trajetória de duas borboletinhas que viviam em mundos separados pelas cores Cada um no seu mundinho pessoal dentro do universo da borboletas. A partir da amizade entre Romeu uma borboleta Azul , Julieta uma borboletinha  amarela e o Ventinho que os apresentou, todas as borboletas se integraram e o mundo ficou mais colorido.

Ai vão as fotos da nossa grande integração “BORBOLETAL”

Este slideshow necessita de JavaScript.

                                                              JUNHO

cartaz12junho (gd)

Segunda edição da hora do conto ciranda cirandinha, venham prestigiar

                       

12/06/2013  a partir das 15 h

  Histórias a  Brasileira- Pedro Malsartes e a sopa de Pedra

 Recontada por Ana Maria Machado com ilustrações de Odilon Moraes

pedro malasartes e a sopa de pedra

pedro malasartes e a sopa de pedra

PEDRO MALASARTES E A SOPA DE PEDRA

UM DIA, PEDRO MALASARTES vinha pela estrada com fome e chegou a uma casa onde morava uma velha muito pão-duro.

– Sou um pobre viajante faminto e cansado. Venho andando de muito longe, há três anos. três meses, três semanas, três dias, três noites, três horas…

– Pare com isso e diga logo o que quer – interrompeu a mulher.

– E que estou com fome. Será que a senhora podia me ajudar ?

– Não tem nada de comer nesta casa – foi logo dizendo a velha.

Ele olhou em volta, viu um curral cheio de vacas, um galinheiro cheio de galinhas, umas gaiolas cheias de coelhos, um chiqueiro cheio de porcos. E mais uma horta muito bem cuidada, um pomar com árvores carregadinhas de frutas, um milharal viçoso, uma roça de mandioca.

– Não. a senhora entendeu mal. Eu não preciso de comida, não. Só queria era uma panela emprestada e um pouco d’água. Se a senhora me deixar usar seu fogão, eu já estou satisfeito. Porque aqui no chão tem muita pedra. e isso me basta. Eu faço uma sopa de pedra maravilhosa e nunca preciso de mais nada. já fico de barriga cheia……………..

Este slideshow necessita de JavaScript.

MAIO

cartaz2 (1)

    Começaremos dia 15 de maio uma série mensal, de oficinas de

Literatura infantil brasileira iniciando  com o livro :

PIPISTRELO DAS MIL CORES  de  Zélia Gatai       

pipistrelo

O livro: Pipistrelo é um bicho muito curioso que foi achado no meio do mato, nos confins do Pantanal, nadando em uma lagoa azul. Infelizmente, eram três os caçadores ali à espreita e eles não perderam a chance de capturá-lo e levá-lo para a cidade, onde organizaram um leilão para tirar o melhor proveito possível de sua caça mais preciosa.
Parecido com um dragão dos contos de fadas, Pipistrelo tinha asas de seda que mudavam de cor. E como não tinha voz, expressava seus sentimentos ao mudar a cor de suas asas. Os malvados caçadores acabam na prisão, e o coitado do Pipistrelo vai parar em um zoológico do Rio de Janeiro – afinal ele era um espécime único, e precisava ser estudado.
Com as asas roxas de tristeza, Pipistrelo não quer mais comer. Até que um grupo de crianças, todas da mesma classe, vai fazer um passeio no zoológico e consegue se aproximar do dragão. E os nossos heróis conseguem mais: eles convencem Pipistrelo a comer e se arriscam para conseguir soltá-lo. Pipistrelo vai embora voando, exibindo em suas asas as cores da bandeira do Brasil.

As oficinas fazem parte do projeto de difusão da língua Portuguesa  subsidiado pelo Ministério de Relações Exteriores Brasil e serão realizados na sala multi funcional do Consulado do Brasil da Bélgica, como apoio  da nossa cônsul Embaixadora Katia Gilaberte  e toda a sua equipe,  sob a organização da OCA asbl  e animado  pelas Sra  Flora Hager e Sôlania Barbosa que junto conosco, desenvolveram toda a concepção pedagógica  das atividades, tendo sempre em conta o carácter lúdico e estimular o olhar estético, crítico e poético  das crianças.

A cada secção termos muitas atividades lúdicas e a presença da biblioteca ambulante e uma historia para contar, baseado sempre no acervo da biblioteca  CIRANDA DO LIVRO que foi fundada em 2008 e  inaugurada oficialmente em 2012 com o subsidio o Ponto de Memoria dos Brasileiros  na Bélgica ( ME Brasil) que  faz parte dos  Pontos de memoria no exterior projeto do IBRAM e do MINC Brasil.

 Em breve fornecemos o calendário de todas as atividades programadas assim como as datas das mesmas. A  oficina seguinte  sera em 12 de junho e  o tema é PEDRO MALASARTE com sua famosa sopa de Pedras e outras historias

Ninguém educa ninguém, ninguém se educa sozinho, os homens se educam em comunhão.” 
Paulo Freire

E agora a fotos da garotada se esbaldando com o nosso Pipistrelo  alias ,era uma pipistrela ela teve filhotes      

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s